Eleito vice-presidente, Michel Temer se concentra com aliados em Brasília

Antes da confirmação da vitória petista, Temer declarou que 'o diálogo é sempre produtivo e a oposição vai querer que o Brasil continue no ritmo que está'

CAROL PIRES, Agência Estado

31 de outubro de 2010 | 20h06

BRASÍLIA - O presidente do PMDB, deputado federal Michel Temer (SP), chegou ao hotel Naoum, em Brasília, onde estão concentrados os aliados da presidenciável petista, pouco antes da confirmação da vitória petista e se mostrou otimista a respeito da vitória da presidenciável Dilma Rousseff (PT). Com o resultado, Temer é o novo vice-presidente do Brasil.

"A oposição vai se conformar", disse Temer, ao ser questionado sobre a relação de um eventual governo Dilma com a bancada oposicionista. O peemedebista disse ter bom trânsito entre os parlamentares e poderá atuar como um canal de diálogo entre governo e oposição. "O diálogo é sempre muito produtivo e a oposição vai querer que o Brasil continue no ritmo que está", disse.

O candidato a vice chegou acompanhado do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). "Acho que esta é uma eleição história, porque é a eleição de uma mulher presidente da República", disse.

Congresso

Presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer disse que PT e PMDB estão conversando sobre os nomes dos novos presidentes da Câmara e do Senado, mas adiantou que os dois partidos devem se dividir no comando do parlamento.

Na Câmara dos Deputados, por exemplo, PT deve presidir a Casa durante dois anos, e o PMDB nos outros dois. Questionado sobre qual partido governará a Casa nos primeiros anos, Temer sinalizou que as conversas caminham para que seja o PMDB. "Estamos conversando nesta direção", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2010TemerDilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.