Eleito o governador mais jovem do país, Capiberibe tomou posse na madrugada

Capiberibe disse que a prioridade de seu governo será o combate à corrupção

Alcinea Cavalcante ,

01 de janeiro de 2011 | 15h02

MACAPÁ- Aos 39 anos de idade, Camilo Capiberibe (PSB) foi empossado no cargo de governador do Amapá no começo da madrugada deste sábado. É o governador mais jovem do país.A posse foi marcada para esse horário para que ele pudesse embarcar para Brasília a tempo de assistir a posse de Dilma Rousseff. Camilo chegou à  Assembleia acompanhado do pai, o ex-senador João Alberto Capiberibe, da mãe, a deputada federal Janete Capiberibe, da mulher e dos filhos.

 

Em seu discurso ele disse que em primeiro lugar e como estratégia para combater a corrupção que sacrifica o povo e envergonha o Amapá perante o Brasil, vai implantar imediatamente o Portal da Transparência e pediu que os demais poderes façam o mesmo. Falou da dívida que está herdando do governo anterior, que totaliza mais de um bilhão de reais. "Esta dívida é resultado do descontrole dos gastos públicos decorrente da irresponsabilidade com a qual o nosso estado foi administrado",disse, mas sem citar a Operação Mãos Limpas que levou para a cadeia os ex-governadores Waldez Góes, Pedro Paulo Dias, o presidente do Tribunal de Contas, secretários de Estado, o prefeito Roberto Góes e outras autoridades. Garantiu que todas serão pagas com transparência.

 

Reafirmou seus compromissos de campanha como concursos públicos, mais escolas, integração regional, banda larga e médicos, remédios e equipamentos na rede de saúde. No discurso, citou a presidente Dilma só quando disse que vai a posse de Dilma "levar um abraço do povo do Amapá e pedir o apoio dela para o Estado". Às 4 horas, Camilo Capiberibe embarca para Brasília. Mas antes, recebe no Palácio do Setentrião a faixa de governador e nomeia sua equipe de governo.

Tudo o que sabemos sobre:
possegovernadoresposse nos estados

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.