Eleito, João Henrique busca aproximação com Lula

Eleito prefeito pelo PDT de Salvador, o deputado estadual João Henrique Carneiro desembarca em Brasília nesta quarta-feira para "desencadear" o processo de aproximação entre seu partido e o presidente Lula. Depois de vencer o senador César Borges (PFL) com cerca de 70% dos votos da capital, selando a derrota do chefe do grupo carlista na Bahia, Antonio Carlos Magalhães, João Henrique quer se dedicar à governabilidade de sua futura administração. "Temos compromisso com a população e a governabilidade passa, sem dúvida, pelo governo Lula", resume o prefeito eleito.João Henrique não está sozinho nesta tarefa: "Conversei muito com o prefeito de São Luiz, Tadeu Palácios, e vamos reunir todos os eleitos pelo PDT para discutir esta questão nos próximos dias", contou. Ele também tem a preciosa colaboração dos dois ministros baianos: Waldir Pires, da Controladoria-Geral da União, e Jaques Wagner, do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social. "A posição do PT é clara: a gente ajuda a eleger e também a governar", resumiu hoje Jaques Wagner, que durante a campanha apresentou-se como "embaixador" do pedetista em Brasília.Quando João Henrique estiver aterrissando em Brasília, o senador César Borges estará subindo à tribuna para anunciar que vai assinar o requerimento em favor da abertura da CPI do caso Waldomiro Diniz, o ex-assessor do Planalto que presidiu a Loterj e foi flagrado cobrando propina de um empresário ligado ao jogo do bicho. Na quinta-feira, quem vai ocupar a tribuna do Senado é ACM, que hoje engrossou a torcida contra o PT em todo o País e agora engrossará o tom de suas críticas contra o Planalto.Convencido de que "não há hipótese" de a coligação de 15 partidos que elegeu João Henrique produzir uma boa administração, Antônio Carlos Magalhães aposta que a "incompetência" da oposição para governar Salvador ficará clara muito mais cedo do que se imagina, bem em tempo de o PFL realizar uma boa campanha para manter o governo do Estado em 2006.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.