Eleições nos Estados: Serra e Dilma têm problemas com palanques

Presidenciáveis terão palanques divididos e campanhas pouco empenhadas

estadão.com.br, São Paulo

07 Maio 2010 | 20h06

Os pré-candidatos à Presidência José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) estão enfrentando problemas nos Estados para montar os palanques. Em vários deles, os presidenciáveis terão palanques divididos e campanhas pouco empenhadas.

 

No Ceará, Dilma subirá no palanque do governador Cid Gomes (PSB), candidato a reeleição. Mas deverá ter uma campanha com pouco empenho. Apesar de magoado com a forma que o irmão dele, o deputado Ciro Gomes, foi deixado de fora da disputa presidencial, assessores próximos dizem que Cid vai seguir a orientação do PSB nacional e, mesmo sem muita empolgação, pedirá votos para a ex-ministra da Casa Civil.

 

No Pará, há dois palanques para Dilma. Por outro lado, o PSDB enfrenta divisão.  No Mato Grosso, os dois candidatos também podem ter de dividir suas atenções.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Estados palanques

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.