Eleições municipais podem adiar início do horário de verão

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Sepúlveda Pertence, informou nesta terça-feira que as justiça eleitoral está em negociações com o governo para que o horário de verão este ano entre em vigor um dia depois do segundo turno das eleições, marcado para 31 de outubro. Caso se confirme a proposta do TSE, o horário de verão seria iniciado em 1º de novembro, uma segunda-feira.Segundo Pertence, a mudança no início do horário de verão, que usualmente começa na primeira quinzena de outubro, seria importante para evitar problemas com o funcionamento das urnas eletrônicas.Ele explicou que as urnas já tem um horário de funcionamento programado. A transferência do início do horário de verão para depois do segundo turno das eleições foi adotada em 2002. A data de entrada em vigor, no entanto, foi marcada para o domingo posterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.