Eleição não atrapalha negociações com oposição, diz Genoino

O presidente nacional do PT, José Genoino, acredita que as eleições municipais deste ano não devem interferir nas negociações entre governo e oposição, principalmente com relação ao chamado esforço concentrado que envolve a negociação pontual de projetos em discussão no Congresso, tais como os da Parceria Público-Privada (PPP), da Lei de Falências e da Lei de Biossegurança. A defesa da negociação pontual entre governo e oposição, sem a interferência de disputas eleitorais, foi feita hoje por Genoino no site do PT.Genoino afirmou que é preciso manter os rumos da economia "sem muito barulho". No seu entender, "muita criatividade pode atrapalhar neste momento", e por essa razão, é fundamental a votação de projetos que permitam a realização de investimentos em infra-estrutura, como os da PPP, da Lei de Falências e da Lei de Biossegurança.Para o presidente do PT, é necessário separar o processo eleitoral das negociações em andamento no Congresso Nacional. "A campanha eleitoral tende a entrar em uma fase com muito mais disputa, mas não pode vincular as duas coisas. Temos de negociar pontualmente com a oposição para votar a PPP", defendeu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.