Eleição municipal terá mais de 400 mil candidatos

Mais de 400 mil candidatos deverão disputar as quase 70 mil cadeiras de prefeito, vice-prefeitos e vereadores nas eleições municipais de 3 de outubro. A estimativa é do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que também prevê aumento em torno de 5% no número de eleitores: dos 115,2 milhões em 2002 para 120 milhões neste ano. Esses mais de 400 mil candidatos virão dos 27 partidos políticos registrados no TSE. As legendas disputarão as mais de 5.550 cadeiras de prefeito, igual número de cadeiras de vice-prefeitos, e as mais de 55 mil cadeiras de vereadores nas câmaras municipais. Esse número de vereadores depende ainda da votação no Senado e promulgação da emenda constitucional que reduz em pouco mais de 5 mil o número de vereadores em todo o País.Recentemente, o TSE baixou resolução reduzindo em 8.500 o número de vereadores, mas para evitar uma redução dessa ordem, o Congresso agilizou a votação da emenda constitucional que reduz o número em pouco mais de 5 mil. Se a emenda for aprovada e promulgada, o número de vereadores cairá de 60.295 para 55.224. Do contrário, valerá a resolução do Tribunal: serão 51.795 para as eleições deste ano.Os partidos políticos com direito a lançar candidatos têm até o dia 30 para realizar suas convenções municipais e escolher os nomes para a disputa municipal. O prazo para as convenções começou no último dia 10. Os futuros candidatos poderão iniciar as propagandas eleitorais ? comícios, showmícios, outdoors, carros de som ? no dia 6 de julho. Já a propaganda gratuita no rádio e na TV irá de 17 de agosto e a 30 de setembro. As informações são da Agência Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.