Eleição do PT em Pernambuco vai para o segundo turno

O presidente do diretório do PT pernambucano só será conhecido depois de eleição em segundo turno, marcada para o dia 24. Com o partido dividido, nenhum dos candidatos obteve 50% mais um dos votos válidos, na eleição cujo resultado foi oficialmente divulgado às 22 h desta terça-feira, 12.

ANGELA LACERDA, Agência Estado

13 de novembro de 2013 | 11h13

A deputada estadual Teresa Leitão, do Coletivo PT Militante, apoiada por 13 correntes minoritárias e ligada ao ex-prefeito do Recife, João da Costa, teve 6.964 votos, 58 votos a mais que o segundo colocado, Bruno Ribeiro, da corrente Construindo um Novo Brasil (CNB), apoiado pelo senador Humberto Costa e pelos deputados federais João Paulo e Pedro Eugenio, este atual presidente estadual do partido. O terceiro candidato, Edmilson Menezes, da tendência O Trabalho, somou 305 votos.

Recursos visando a contestar o resultado podem ser impetrados até esta quinta-feira, 14. Apesar do acirramento entre os candidatos e do clima de tensão que marcou o período anterior à eleição, o pleito transcorreu sem incidentes.

Para o diretório municipal do Recife, Oscar Barreto foi eleito com folga para o seu sétimo mandato. Ele é ligado a João da Costa e apoia Teresa Leitão. Teve 14.566 votos contra 2.388 da segunda colocada, Sheila Oliveira, candidata da CNB.

Tudo o que sabemos sobre:
PTeleições internasPernambuco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.