Efraim bateu recorde, com 23 contratações

Em primeiro mandato, Efraim Morais (DEM-PB) é o senador que mais empregou parentes seus e de políticos do Estado em cargos de confiança do Senado. Os boletins da Casa mostram que ele apadrinhou 23 pessoas - 13 da sua família e 10 ligados a aliados na Paraíba. Até o ano passado, 9 tinham deixado o cargo. Com exceção do primo Glauco de Azevedo Morais, nenhum dos outros é conhecido no gabinete.O fato reforça a suspeita de que os demais, que seriam empregados no seu escritório da Paraíba, são "fantasmas", ou seja, recebem dinheiro público sem trabalhar. Ele começou a distribuição dos cargos em 2003, com a contratação de 6 pessoas. Quando assumiu a primeira-secretaria, agraciou mais 8 deles. Seguiu até ocupar os 23 postos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.