Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Leite e Kassab participam de filiação de Ana Amélia ao PSD

Presidente nacional da legenda diz que governador gaúcho é 'a esperança' de uma alternativa na disputa presidencial

Diego Nuñez, especial para o Estadão

16 de março de 2022 | 11h51

A ex-senadora gaúcha Ana Amélia Lemos se filiou ao PSD nesta quarta-feira, 16, para tentar, nas eleições de outubro, voltar a ocupar uma cadeira no Senado pelo Rio Grande do Sul. A atenção dos presentes no ato de filiação, porém, era atraída pela presença do governador e potencial pré-candidato à Presidência, Eduardo Leite (PSDB).

Apesar de ter afirmado que “o dia é da nossa senadora” e de ter se esquivado de perguntas sobre uma decisão sobre seu futuro político-partidário, Leite voltou a indicar que pode trocar a legenda tucana pelo PSD. Ele recebeu elogios do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab. “A partir do momento em que o (deputado) Rodrigo Pacheco entendeu que serviria melhor ao País permanecendo na presidência do Senado, o PSD ficou livre para fazer o convite ao Eduardo Leite para que seja nosso candidato à Presidência da República”, disse Kassab, que compareceu à cerimônia, em Porto Alegre.

“A gestão do Leite é admirada por todos dentro e fora do Rio Grande do Sul. (…) Publicamente, fico na torcida para que possa oferecer seu trabalho para o Brasil. Temos plena convicção de que o País precisa de você. Milhões de brasileiros não querem a volta do passado, e para isso precisam de uma alternativa. Na nossa visão, a esperança é você”, disse diretamente ao tucano.

Agradecido pelas palavras de Kassab, Leite disse que sua filiação ao partido “é outra história. "Não está nada decidido e hoje é o dia da nossa senadora”, comentou brevemente ao chegar no evento.

Com o governador, esteve presente seu vice, Ranolfo Vieira Júnior, ainda hoje tido pelo PSDB como candidato natural à sucessão no Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.