Flávio Neves
Flávio Neves

Eduardo Leite é diplomado governador do Rio Grande do Sul

Vice-governador, deputados e senadores também receberam certificados

Luciano Nagel, O Estado de S.Paulo

19 Dezembro 2018 | 23h20

PORTO ALEGRE - O governador eleito do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), e seu vice, Ranolfo Vieira Júnior (PTB), foram diplomados no final da tarde desta quarta-feira, 19, em Porto Alegre. Na cerimônia, deputados estaduais e federais. além de senadores eleitos no Estado, também foram agraciados durante o evento que ocorreu na Casa da Música da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa). No total, dois senadores, Luiz Carlos Heinze (PP) e Paulo Paim (PT), 31 deputados federais e 55 deputados estaduais receberam os certificados nesta quarta.

Durante a abertura da solenidade, com o palco praticamente lotado, gritos de “Lula”, Marielle, presente” e “Bolsonaro” eram entonados em meio a plateia. 

Antes da entrega dos diplomas, Leite falou da aprovação da prorrogação das alíquotas elevadas do ICMS até 2020. “O que a gente comemora neste momento, mais do que a vitória em si, pelos resultados que tem e que devem ser lembrados, é a condição de que se construiu isso, em um ambiente de respeito, com diálogo, com deputados da nossa base e da oposição. Entendemos que o Rio Grande do Sul não podia prescindir destes recursos nestes próximos dois anos”, afirmou o futuro governador tucano. 

Questionado sobre a formação de seu secretariado, até quando terá definido os nomes, Leite ressaltou que até a próxima semana já terá tudo definido. “Temos a expectativa de que nesta semana a gente possa apresentar a maior parte do secretariado. Estamos na reta final desta articulação e isso contenta critérios técnicos e políticos, porque não existe na minha visão, esta oposição entre o técnico e político, nós temos que conciliar condições técnicas com a capacidade política”, finalizou Eduardo Leite.  

Entre os diplomados na cerimônia estava o deputado estadual Luciano Zucco (PSL), que liderou em número de votos, sendo escolhido por 166.747 eleitores. Com farda militar, Zucco agradeceu ao Exército Brasileiro pelo ensino de princípios e valores. “Estou com minha farda em respeito a instituição que durante 27 anos me ensinou princípios e valores, onde espero poder auxiliar não somente na Assembleia, mas em todos os projetos que possam ter um bom andamento para o Rio Grande do Sul”, disse o militar e futuro deputado. Os suplentes poderão retirar os diplomas a partir do 7 de janeiro de 2019 no gabinete da presidência do TRE-RS.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.