Eduardo Jorge pede CPI dos Procuradores

O ex-ministro Eduardo Jorge Caldas, que foi secretário-geral da Presidência da República no primeiro governo do presidente Fernando Henrique Cardoso, defendeu a instalação de uma CPI para investigar "os abusos" dos procuradores do Ministério Público. Eduardo Jorge, supostamente envolvido em tráfico de influência, deu entrevista coletiva após prestar depoimento à Comissão de Fiscalização e Controle do Senado, e afirmou que alguns procuradores pretendem substituir o Poder Executivo e o Poder Judiciário. "Isso é uma inversão do Poder Público", afirmou. Um repórter lhe perguntou se defendia a extinção do Ministério Público. Ele respondeu que "a Procuradoria é extremamente importante, assim como o Congresso Nacional", e que o fato de alguns procuradores estarem, segundo ele, "corrompendo as suas funções" não justificaria o fechamento da Procuradoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.