Eduardo Jorge entrega sigilo ao Senado

O ex-secretário-geral da Presidência da República, Eduardo Jorge Caldas Pereira, vai entregar hoje ao presidente do Senado, Jáder Barbalho, os documentos relativos a quebra do seu sigilo bancário e telefônico, no período de 1994 e de 1998. Os documentos serão entregues pelo advogado de Eduardo Jorge, José Gerardo Grossi, para rebater acusações do senador Antônio Carlos Magalhães, que em conversas com procuradores teria afirmado que a quebra de sigilo do ex-secretário do governo poderia confirmar seu envolvimento em irregularidades. "Não quero que reste qualquer dúvida", afirmou Eduardo Jorge.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.