Eduardo Jorge depõe hoje no Senado

A Comissão de Fiscalização e Controle do Senado ouve hoje, a partir das 10 horas, o depoimento do ex-secretário-geral da Presidência da República, Eduardo Jorge Caldas Pereira, sobre as acusações de enriquecimento ilícito e tráfico de influência no governo. De acordo com o presidente da comissão, senador Ney Suassuna (PMDB-PB), Eduardo Jorge também deverá falar sobre a suspeita de que o crescimento do patrimônio dele é incompatível com a renda do período em que foi secretário-geral da Presidência.Os senadores convidaram Eduardo Jorge depois que ele se ofereceu para esclarecer as acusações. A comissão ficou encarregada de apurar os desdobramentos do caso sobre o suposto envolvimento de Jorge no esquema de desvio de recursos da obra do Fórum Trabalhista de São Paulo.Suassuna afirmou que ele está disposto a rebater as denúncias envolvendo o nome dele. O senador, que vinha cobrando explicações de Jorge em relação à declaração de rendimentos, passou a defender, veladamente, o ex-secretário-geral da Presidência. "A Receita Federal não pode dizer que há pontos nebulosos em sua declaração porque essa classificação não existe", disse Suassuna.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.