Eduardo Cunha vai presidir CCJ da Câmara

O deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) será o presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. A decisão foi tomada hoje em reunião dos líderes partidários com o presidente da Casa, Arlindo Chinaglia, para decidir sobre os principais cargos das comissões permanentes, durante este ano legislativo. A CCJ é a comissão mais cobiçada pelos partidos, porque é lá que passam todos os projetos que tramitam na Casa, inclusive propostas de emendas constitucionais. Coube ao PMDB, como maior partido da Casa, indicar o presidente da comissão.O PSDB reivindicou o cumprimento de um acordo, feito no ano passado, que permitiu a eleição de Chinaglia para a presidência da Câmara, em troca de alguns cargos importantes na Casa. Os tucanos queriam continuar presidindo a Comissão de Ciência, Tecnologia e Comunicação. Mas os partidos da base reconheceram o acordo apenas para o primeiro ano da presidência de Chinaglia, que terminou em 2007. Essa comissão também passou a ser bastante disputada, porque neste ano haverá renovação de concessão de canais de TV e a implantação da TV Digital. O deputado Walter Pinheiro (PT-BA) é o nome mais cotado para ocupar a presidência da comissão. Os líderes dos partidos da base ainda estão reunidos para os últimos acertos em relação às comissões que devem ficar com o bloco governista. A Comissão de Minas e Energia deverá ser presidida pelo PP. Além da CCJ, o PMDB deverá indicar João Matos (SC) para presidir a Comissão de Educação e Vital do Rego Filho (PB) para presidir a Comissão de Desenvolvimento Urbano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.