Eduardo Campos se reúne com Lula para discutir situação de Ciro Gomes

Situação do PSB na sucessão presidencial estará na pauta do encontro em Brasília

Rosana de Cassia, da Agência Estado

23 de abril de 2010 | 08h43

BRASÍLIA - Está marcado para a manhã desta sexta-feira, 23, no Palácio da Alvorada, o encontro do presidente do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na pauta, a situação do PSB na sucessão presidencial. Lula e Campos se reuniram na quinta-feira para discutir a obra da ferrovia Transnordestina com outros dois governadores do partido, mas não houve tempo de tratar da questão política.

Veja também:

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/mais_azul.gif PSB tira legenda de Ciro, mas acerta 'saída honrosa' da corrida

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/blog_azul.gif Radar Político: Para partido, falta de alianças inviabiliza candidatura

O PSB tem encontrado dificuldade para convencer o deputado Ciro Gomes a não lançar candidatura própria à Presidência da República e apoiar a pré-candidata do PT, Dilma Rousseff, na corrida eleitoral. Ontem, em reunião realizada em Brasília, Ciro, Campos e o vice-presidente do partido, Roberto Amaral, discutiram uma saída honrosa para que o deputado abandone de vez a corrida pela sucessão do presidente Lula.

A proposta de candidatura própria será submetida aos diretórios regionais da legenda e discutida na reunião da Executiva Nacional, na próxima terça-feira. Como a maioria dos diretórios é favorável ao apoio a Dilma, a expectativa é de que essa discussão seja encerrada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.