Eduardo Campos sai em campanha por Coutinho na PB

O governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, participou hoje à noite, em João Pessoa, de uma caminhada em apoio à candidatura de Ricardo Coutinho (PSB) ao governo da Paraíba, que está em segundo lugar nas pesquisas eleitorais, atrás do governador e candidato à reeleição, José Maranhão (PMDB).

ADELSON BARBOSA DOS SANTOS, Agência Estado

29 de setembro de 2010 | 20h23

Antes da caminhada, Campos deu entrevista coletiva ao lado de Coutinho e do candidato ao Senado pelo PSDB, Cássio Cunha Lima, ex-governador do Estado cassado em 2009 por corrupção eleitoral na campanha de 2006 e barrado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) paraibano com base na Lei da Ficha Limpa. Campos saiu em defesa de Cunha Lima. Disse que o ex-governador já foi punido ao ser afastado "injustamente" do governo.

Para o presidente do partido, Cunha Lima "pagou de forma muito dura" ao ser afastado. Ele disse acreditar que o tucano não terá a candidatura barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com base na Ficha Limpa. Disse que tem ouvido juristas em Brasília sobre o assunto e que não há nenhuma hipótese do ex-governador ter sua candidatura ao Senado inviabilizada.

Sobre a candidatura de Coutinho, Campos insinuou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria sido pressionado pelo PMDB a declarar apoio a Maranhão. "Sei o que Lula pensa sobre Ricardo e sei o quanto ele foi pressionado por esse PMDB daqui", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.