Eduardo Campos diz que não fugirá de temas espinhosos

O pré-candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, afirmou neste domingo, 20, por meio do Twitter, que não fugirá de temas espinhosos, citando seus comentários a respeito da legalização do aborto. Na manhã deste domingo, Campos foi questionado sobre seu posicionamento com relação ao aborto e afirmou que a legislação brasileira que trata do assunto "já é adequada". Ele fez a declaração ao ser questionado por jornalistas sobre o tema durante visita ao Santuário de Aparecida, onde assistiu a missa de Páscoa.

BEATRIZ BULLA, Agência Estado

20 de abril de 2014 | 15h17

Pouco depois de falar com os jornalistas, Campos afirmou, também por meio do Twitter, que respondeu em Aparecida a uma pergunta sobre aborto "com clareza e transparência". "Minha caminhada será assim, não fugirei dos temas espinhosos, não fugirei dos debates, nem das perguntas. O Brasil saberá sempre o que penso sobre cada assunto", escreveu.

Mais conteúdo sobre:
eleiçõesEduardo Camposaborto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.