Eduardo Braga vai ao STF por contratações

O governador do Amazonas, Eduardo Braga (PMDB), ajuizou reclamação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra decisão da 7ª Vara do Trabalho de Manaus que deu prosseguimento a uma ação civil pública em que o Ministério Público do Trabalho contesta a contratação, sem concurso público, de servidores temporários para a educação. Segundo Braga, os contratos temporários estão amparados em lei estadual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.