Ueslei Marcelino|Reuters
Ueslei Marcelino|Reuters

Eduardo Braga justifica ausência em votação no Senado para cuidar de problema de sáude

O ex-ministro alegou que 'há tempos foi diagnosticado com um tumor na bexiga'; explicação foi publicada em rede social

Eduardo Rodrigues, O Estado de S. Paulo

11 de maio de 2016 | 19h42

BRASÍLIA - O ex-ministro de Minas e Energia, senador Eduardo Braga (PMDB-AM), usou há pouco uma rede social para justificar a sua ausência na votação hoje pelo plenário do Senado da admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Braga está em licença médica desde que deixou a pasta em 20 de abril.

"Há tempos fui diagnosticado com um tumor na bexiga, denominado carcinoma tipo II. Por conta disso, já fazia um bom tempo que eu precisava realizar vários exames e dar início a um rigoroso tratamento, mas sempre adiava tais procedimentos devido ao excesso de atividades enquanto ministro. No entanto, cheguei ao limite e, seguindo expressas recomendações médicas, tive que optar por cuidar da saúde", afirmou o senador. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.