Edmar será notificado semana que vem, diz corregedor

Corregedoria vai apurar suspeitas de uso irregular de verba indenizatória pelo deputado dono de castelo

DENISE MADUEÑO, Agencia Estado

18 de fevereiro de 2009 | 11h51

O deputado Edmar Moreira (sem partido-MG) será notificado depois do Carnaval do processo aberto contra ele na Corregedoria da Câmara. O corregedor, deputado Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA), informou que Edmar telefonou na terça-feira à noite para ele para dizer que irá à Casa na próxima semana. Advogados da Corregedoria já haviam tentado notificar o deputado ontem. Após a notificação, Edmar Moreira terá cinco dias úteis para apresentar sua defesa. Depois desse prazo, o corregedor poderá fazer as diligências, se achar necessário.A Corregedoria vai apurar suspeitas de uso irregular de verba indenizatória pelo parlamentar, que renunciou ao cargo de segundo vice-presidente, que acumula a função de corregedor. Uma das suspeitas refere-se à prestação de contas da verba indenizatória. O deputado justificou grande parte dos seus gastos com pagamento de empresas de segurança, ramo de atividade do parlamentar. A suspeita é de que Edmar poderia ter beneficiado empresas de sua propriedade ou de parentes.

Tudo o que sabemos sobre:
CâmaraEdmarCorregedoriaACM Neto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.