Divulgação
Divulgação

EBC unifica programações das Tvs Brasil e NBR

A EBC não informou, no entanto, se a unificação da programação representará economia de recursos ou enxugamento do quadro de 1.980 funcionários da empresa

Tânia Monteiro e Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2019 | 19h57

BRASÍLIA - O presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Alexandre Graziani, assinou portaria unificando as programações da TV Brasil e da NBR a partir desta quarta-feira, 10, em um só canal, que está sendo chamado de Nova TV Brasil.

De acordo com a portaria, a unificação "promoverá a otimização das equipes de trabalho" e "garantirá o princípio da complementaridade do sistema público estatal". A EBC não informou, no entanto, se a unificação da programação representará economia de recursos.

Também não informou se haverá enxugamento do quadro de 1.980 funcionários da empresa. De acordo com informações obtidas na EBC, ainda não há informação se haverá redução de gastos e quanto seria. Antes mesmo de assumir o governo, o presidente Jair Bolsonaro anunciou a extinção da EBC. Apesar de terem sido realizadas demissões em janeiro, o Planalto não tem mais falado em acabar com a empresa.

Em informações divulgadas no site da EBC, o gerente-executivo da TV Brasil e Rede, Vancarlos Alves, disse que será dada uma nova plástica à TV Brasil. "Teremos mais entretenimento, informação e acessibilidade, adotando como conceito o de ser a rede mais brasileira do País." Segundo ele, "a junção das duas TVs em uma grade, agregará valores e servirá de fonte com credibilidade para os atos do governo". Além de programas da grade, a emissora transmitirá, ao vivo, atos e ações do governo federal. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.