Dida Sampaio/Estadão (19/11/2019)
Dida Sampaio/Estadão (19/11/2019)

‘É uma pena ter um ministro tão desqualificado’ como Weintraub, afirma Maia

Presidente da Câmara afirma, ainda, que declarações de Salles sobre o meio ambiente podem atrapalhar investimentos estrangeiros no Brasil

Gregory Prudenciano e Gustavo Porto, O Estado de S.Paulo

29 de maio de 2020 | 17h19

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta sexta-feira, 29, que “é uma pena para o Brasil ter um ministro desqualificado” como o titular da Educação, Abraham Weintraub.

Segundo Maia, um “homem com essa qualidade não poderia ser ministro de pasta nenhuma” após pedir, em reunião com o presidente Jair Bolsonaro, a prisão de autoridades, a começar pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

“O homem que desrespeita democracia não poderia estar em um governo que se diz democrático”, afirmou Maia, em live organizada pela revista IstoÉ. As críticas de Maia contra Weintraub foram retomadas após o deputado afirmar que não falaria mais sobre o ministro, porque as declarações acabam fortalecendo o titular da Educação.

Maia considerou a fala de ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, na mesma reunião, sobre “passar o trator” para acelerar a aprovação de medidas durante a pandemia, como “uma ideia de espertalhão”. Segundo o deputado, as declarações de Salles sobre o meio ambiente podem atrapalhar investimentos estrangeiros no Brasil.

Já sobre ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, Maia afirmou que é “um direito dela” tentar levar adiante a proposta de processar e colocar na cadeia governadores, como a ministra afirmou na reunião de 22 de abril.

Tudo o que sabemos sobre:
Rodrigo MaiaAbraham Weintraub

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.