'É preciso que se discuta a função da CPI', diz Marisa

Presidente da CPI diz que semana que vem será crucial para a continuidade da comissão que investiga cartões

ANA LUÍSA WESTPHALEN, Agencia Estado

04 de abril de 2008 | 12h58

A próxima semana será crucial para a continuidade da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o uso dos cartões corporativos. É o que declarou a presidente da comissão, senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), em entrevista nesta sexta-feira, 4, à rádio Eldorado. Marisa informou que em hipótese nenhuma o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) será substituído na comissão parlamentar."O que tem que se discutir, e é função dessa CPI, é com que finalidade o dossiê foi feito e quem mandou fazer. Veio de dentro do Palácio, e da Casa Civil. Até a ministra Dilma Rousseff reconhece. Isso sim configura crime", conclui.     Veja Também:Ouça a entrevista de Marisa Dilma volta à berlinda no caso dossiê FHC e cancela agenda Para 'Economist', Dilma pode ser 'bode na sala' para 2010Álvaro Dias diz que tudo foi 'armado' Dossiê com dados do ex-presidente FHC  Entenda a crise dos cartões corporativos Forúm: Quem ganha e quem perde com a CPI? Casa Civil faz 'caça às bruxas' para achar 'espião' do dossiê Oposição vai questionar Dilma sobre dossiê contra FHC em comissão Garibaldi lerá pedido que cria CPI no Senado  O senador tucano é acusado de ter vazado à imprensa dossiê sobre gastos sigilosos feitos durante o governo de Fernando Henrique Cardoso. De acordo com ela, fornecer documentos à imprensa é uma prerrogativa que qualquer um tem.     "Se a base do governo continuar com a idéia de não votar nada, a CPI realmente acaba na quinta-feira", informou. "Na próxima semana, a CPI ouvirá em sessão plenária os ministros investigados por irregularidades como uso de cartões corporativos, Orlando Silva (Esporte) e Altemir Gregolim (Pesca), além da ex-ministra da Igualdade Racial Matilde Ribeiro, que pediu demissão após escândalo envolvendo gastos excessivos com hospedagem e transporte, pagos com o cartão do governo.

Tudo o que sabemos sobre:
Cartões corporativosCPI dos cartões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.