É melhor ser governo do que oposição, admite Dirceu

O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, disse hoje em São Paulo, durante entrevista ao programa "Código de Honra", produzido pela UniFMU, que é melhor ser governo do que oposição. "É melhor ser governo, mas foi muito importante ter sido oposição porque você aprende", afirmou. Dirceu prosseguiu afirmando que ser governo, no entanto, exige que se realize o que se pregou e se pactuou com a sociedade. "E o esforço do presidente Lula e o nosso tem sido cumprir com aquilo que acordamos com a sociedade brasileira em 2002." E acredito, disse ele, que tem se avançado em muitas frentes.Ao ser questionado se o governo estava cumprindo o que havia prometido, o ministro respondeu que sim. Ele acrescentou que "o principal problema no ano passado era a volta da instabilidade da economia, da inflação". Dirceu comentou que o governo teve de retomar o planejamento e reorganizar a máquina pública. E prosseguiu: "Nós desdolarizamos a dívida pública, pré-fixamos quase 20% dela, alongamos."Para o ministro da Casa Civil, o desafio agora é "crescer, crescer e crescer". "É distribuir renda, melhorar a renda do trabalhador e ampliar o mercado interno, além de enfrentar o problema de infra-estrutura do País."Dirceu acrescentou que tem dedicado a maior parte de seu tempo a resolver a questão da infra-estrutura do País. "Vamos aprovar a Lei de Falências, a Parceria Público-Privadao (PPP), Biossegurança, mudar toda a legislação sobre crédito imobiliário porque a construção civil e a infra-estrutura são muito importantes, já que significam geração de emprego."Tenho lealdade canina ao presidente Lula, afirma Dirceu

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.