'É melhor fazer do que falar', diz Ideli sobre corrupção

A ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, afirmou que ações tomadas pela presidente Dilma Rousseff no combate a corrupção são mais importantes do que a ausência do tema na mensagem presidencial enviada ao Congresso Nacional. Mais um ministro acusado de corrupção, Mário Negromonte, deixou o cargo hoje.

EDUARDO BRESCIANI, Agência Estado

02 de fevereiro de 2012 | 18h18

"É melhor fazer do que, em determinadas situações, falar. A presidente tem colocado de forma sempre clara que não é meta, é responsabilidade e compromisso com a boa aplicação do dinheiro público", disse Ideli.

Ela destacou o afastamento de servidores como uma prova de que o governo está combatendo a corrupção. "Mais do que falar, são as ações. As mudanças têm sido executadas. As estatísticas mostram que no ano passado a punição a servidores que cometeram (irregularidades) foi muito significativa", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.