É legítimo o PT postular cargos no governo, diz Tião Viana

O senador Tião Viana (PT-AC) afirmou na tarde de quinta-feira que é legítimo o PT postular cargos no governo. Ressaltou, porém, ser importante neste momento é dar toda a autoridade ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para que ele possa compor sua equipe de governo e assegurar o melhor para a coalizão política e partidária. "O que traduz, sem dúvida nenhuma, desprendimento do espaço de poder por qualquer partido", disse Tião Vianna, ao sair de uma audiência com o ministro da Fazenda, Guido Mantega. O senador também considerou importante a participação do PMDB no governo. "O PMDB distante do governo significa muita dificuldade para assegurar os desafios que temos pela frente", disse ele, lembrando que no próximo ano o governo terá que aprovar a prorrogação da CPMF, contribuições sobre movimentações bancárias, e da DRU, o mecanismo que permite a desvinculação de receitas vinculadas da União. Para aprovar estas duas medidas, o governo precisará de 49 votos no Senado e detém apenas, segundo seus cálculos, de 32 votos no momento.Ao ser questionado se iria assumir a liderança do governo no Senado, como a líder do PT no Senado, Ideli Salvatti (SC), Tião Viana respondeu: "Quero ajudar o presidente mas sem pretensão de cargo".O senador relatou ainda que o ministro Mantega comentou durante o encontro que as medidas de ajuste fiscal e tributário estão sendo analisadas e que a idéia é que sejam apresentadas em breve.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.