É inofensivo pó verde enviado a embaixadas

Exames feitos pela Polícia Federal concluíram que é inofensivo o pó verde contido em envelopes enviados entre terça e quarta-feira a 17 embaixadas por um remetente que se identificou como "presidente Luiz Inácio Lula da Silva". À noite, a polícia em São Paulo informou que prendeu um acusado de mandar a correspondência. Os envelopes tinham o brasão da República, além de reprodução da assinatura de Lula. A descoberta do pó verde causou tumulto no Setor de Embaixadas de Brasília, que teve a segurança reforçada ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.