"É impossível cassar ´Sanguessugas´ antes das eleições, diz Izar

Em entrevista a Rádio Eldorado na manhã desta sexta-feira, o presidente do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, Ricardo Izar (PTB), afirmou que é impossível votar os 69 pedidos de cassação da CPI dos Sanguessugas antes das eleições e que, por isso, está "estudando uma fórmula para que os processos sejam realizados.São 69 deputados e 3 senadores acusados pela CPI, que investiga o envolvimento dos congressistas no esquema de compra superfaturada de ambulâncias."Somos 15 membros no Conselho, sendo que eu e o corregedor não podemos ser relatores. Com os suplentes temos 28 pessoas que podem ser relatores e temos 69 processos", contou Izar. O deputado afirmou que "está estudando uma fórmula para que alguns deputados analisem dois ou três processos."O deputado pelo PTB de São Paulo comentou ainda o número de partidários envolvidos nas acusações da CPI dos Sanguessugas. Entre os acusados, 16 são do PTB. A legenda só fica atrás do PL, que tem 18 congressistas acusados de envolvimento no caso."Roberto Jefferson, era do PTB, e nós o julgamos normalmente. nós quando entramos no Conselho de Ética deixamos o partido de lado", afirmou. Segundo Izar, o objetivo do Conselho "é melhorar a imagem do poder legislativo e fazer justiça".(Colaborou Mônica Aquino)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.