E agora, Haddad?

Novo prefeito terá R$ 42 bilhões em 2013 para iniciar a resolução de uma série de problemas

O Estado de S.Paulo

29 de outubro de 2012 | 00h11

TRÂNSITO

São Paulo tem 7 milhões de veículos, engarrafados diariamente numa média de 80 km no pico da tarde. O petista não sinaliza que adotará medidas radicais, como o pedágio urbano. Como vai resolver a questão?

 

TRANSPORTE PÚBLICO

A cidade gasta hoje R$ 821 milhões em subsídio aos ônibus. O Bilhete Único Mensal vai despender R$ 400 milhões a mais dos cofres públicos. Para especialistas, seria mais um investimento em um sistema ineficiente, caro e que opera em baixíssima velocidade. Qual área da administração vai perder para que os passageiros ganhem esse benefício? E como melhorar a eficiência do sistema e a velocidade da rede já existente?

 

ENCHENTES

São Paulo teve 392 pontos de alagamento no último período de chuvas, entre novembro de 2011 e abril de 2012. O que fazer já a partir de janeiro?

 

DESENVOLVIMENTO

Haddad prometeu um novo eixo de desenvolvimento, desde a divisa com Diadema, na zona sul, passando pelas Marginais do Pinheiros e do Tietê e cortando a zona leste até a Avenida Jacu-Pêssego. Desde a gestão Marta Suplicy, a Prefeitura tenta atrair empresas para a região, mas sem sucesso - tanto Marta quanto Gilberto Kassab esbarraram na dificuldade de conseguir conquistar grandes empresas, que preferem se estabelecer na região central. Como superar essa dificuldade?

 

DÍVIDA COM A UNIÃO

São Paulo tem uma dívida de cerca de R$ 72 bilhões com a União, que, só esse ano, já custou R$ 2,2 bilhões, impedindo novos investimentos. Vai ser possível renegociá-la com a presidente Dilma Rousseff?

 

FAVELAS

São Paulo tem 800 mil famílias em situação habitacional irregular e 130 mil desabrigados. Das 1.634 favelas, só 118 já têm projetos de urbanização. Haddad promete 55 mil novas residências. Será suficiente?

 

NOVO PLANO DIRETOR

A gestão Haddad terá a responsabilidade de criar o novo Plano Diretor Estratégico (PDE), que orienta o desenvolvimento da cidade. A atual legislação, de 2002, especifica os bairros que podem ou não receber mais empreendimentos, bem como os espaços para áreas verdes, projetos habitacionais e traçados para novas vias. O Plano Diretor define zonas para operações urbanas. Como aproveitar o boom imobiliário para melhorar a cidade, em vez de saturar os bairros de espigões e carros?

 

SEGURANÇA URBANA

São Paulo prevê investir R$ 150 milhões na Operação Delegada neste ano. De onde sairá o dinheiro para ampliar a guarda civil e o número de policiais da Operação Delegada, como prometido na campanha?

 

CRECHES

A cidade tem 145 mil crianças à espera de uma vaga em creches. A atual administração construiu 73 creches e tem 37 com obras em andamento, mas sem previsão de entrega. Como acabar com o déficit de vagas?

 

LIXO

São Paulo recicla apenas 1% das 9,7 mil toneladas de lixo que são recolhidas diariamente na cidade, embora 20% desse montante possa ser aproveitado. Dos 96 distritos de São Paulo, 21 não contam com o serviço de coleta seletiva para reciclagem. O que fazer para ampliar esse tipo de serviço?

 

FILAS DA SAÚDE

São Paulo tem 441 Unidades Básicas de Saúde (UBS), 120 AMAs, 19 AMAs Especialidades e 19 hospitais. Mesmo com o aumento de 56% no número de consultas nos últimos oito anos, ainda há longas filas para a realização de consultas. Como reduzir a fila em quatro anos?

 

CONVERSA COM OS VIZINHOS

Em São Paulo, os 39 municípios da região metropolitana quase não têm políticas públicas conjuntas com a capital para várias áreas administrativas, como a de transporte e coleta de lixo. Como articular uma conversa conjunta com os outros prefeitos da região para pensar em uma gestão metropolitana, não apenas na cidade?

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2012HaddadSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.