Dutra tenta convencer Marina Silva a não sair do PT

Provável entrada de Marina no páreo presidencial preocupa o governo, que não quer a base aliada dividida

Vera Rosa, O Estado de S.Paulo

11 de agosto de 2009 | 13h45

O presidente da BR Distribuidora, José Eduardo Dutra, conversou hoje com a senadora Marina Silva (PT-AC), que deve deixar o PT e se filiar ao PV. Marina foi convidada pelo PV para ser candidata à presidência, em 2010. "Conversei com a companheira Marina como amigo e pedi que ela refletisse melhor", afirmou Dutra, hoje o nome mais cotado para presidir o PT a partir de fevereiro de 2010.

 

Veja Também

linkMarina e Suplicy podem assinar carta contra Sarney

linkMarina Silva faz Ciro rever planos para as eleições de 2010

linkGilberto Gil nega convite para posto de vice na chapa

 

Ex-senador e candidato ao comando do PT, Dutra é amigo de Marina há quase 20 anos. O presidente da BR Distribuidora não quis antecipar, porém, qual será a posição de Marina, ex-ministra do Meio Ambiente. "Ela está convencida de que é necessário desenvolver um projeto estratégico para o País, mas nós achamos que ela tem mais condições de fazer isso dentro do PT", comentou Dutra.

 

A provável entrada de Marina no páreo presidencial preocupa o governo, que não quer a base aliada dividida em 2010 e pretende formar uma ampla aliança em torno da candidatura da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, ao Palácio do Planalto.

Tudo o que sabemos sobre:
Marina SilvaPTJosé Eduardo Dutra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.