Dutra rebate críticas da oposição à mensagem de Dilma

'Numa mensagem, não vai se esmiuçar questões como reforma política e tributária', disse o presidente do PT

Andrea Jubé Vianna, da Agência Estado,

02 de fevereiro de 2011 | 19h37

BRASÍLIA - O presidente do PT, José Eduardo Dutra, rebateu as críticas da oposição de que a mensagem apresentada ao Congresso pela presidente Dilma Rousseff teria sido vazia e abstrata. "Numa mensagem, não vai se esmiuçar questões como reforma política e tributária. As divergências devem ser esmiuçadas no Congresso", respondeu.

O dirigente petista acrescentou que Dilma foi incisiva ao conclamar o Congresso para fazer uma parceria pela erradicação da pobreza e deu exemplos de como ela teria sido objetiva, como na defesa das desonerações de investimentos no âmbito de uma reforma tributária.

Quanto à reforma política, Dutra defendeu que os parlamentares busquem uma visão mais pragmática do debate. Diante dos anos em que a reforma aguarda votação no Congresso, sem que haja consenso, o petista sugeriu que os congressistas busquem um meio termo, que agrade, parcialmente, todos os lados da discussão. "O ótimo é inimigo do razoável", lembrou.

Tudo o que sabemos sobre:
DutraPTmensagemDilmacrítica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.