Dutra é contra CPI só para a Sudam

O líder do bloco de oposição no Senado, José Eduardo Dutra (PT-SE), disse que não concorda com a criação de uma CPI só da Sudam, e apenas na Câmara. "Por que vamos investigar só a Sudam?", questionou Dutra. "Isso vai fazer parecer que eu sou aliado do PSDB e do PFL, contra o PMDB. Então, eu não vou mudar a estratégia" (de pedir uma CPI mista, para investigar um leque maior de denúncias de corrupção no governo). O líder oposicionista lembrou que tanto o PFL quando o PSDB na Câmara deram as assinaturas suficientes para viabilizar a CPI da Sudam. Dutra cobrou, em plenário, uma posição do PMDB para apoiar a CPI mista, para a qual só falta uma assinatura, no Senado. Ele instigou o senador Ney Suassuna (PMDB-PB), presente no plenário, para que o partido dele se posicionasse a favor da CPI mista. "Já que lá a CPI também é contra o PMDB, por que lá a bancada do PMDB dá as assinaturas e aqui não?", desafiou.Suassuna foi à tribuna para dizer que não poderia falar como líder nem pelo partido. "O PMDB é um partido democrático, e o assunto será tratado na reunião da Executiva, na semana que vem. E - ironizou, olhando para Dutra - diferentemente dos partidos totalitários, que decidem pelas lideranças".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.