Dutra afirma ter 26 assinaturas para CPI

Um dia após a renúncia de Antonio Carlos Magalhães, o líder da oposição no Senado, José Eduardo Dutra (PT-SE), surpreendeu ontem os governistas ao anunciar que já dispõe de 26 assinaturas favoráveis à abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncias de irregularidades em esferas variadas do governo. Agora, só falta uma assinatura para que a oposição possa apresentar o pedido de instalação da CPI da Corrupção. "Criar a CPI até acho possível, mas o difícil vai ser fazê-la funcionar", disse Dutra. Ele não está contando com o apoio dos três senadores do PFL da Bahia: Antonio Carlos Magalhães Júnior, que era suplente do pai, Waldeck Ornélas e Paulo Souto. "Na verdade ACM nunca quis essa CPI e, por isso, não acredito que os carlistas assinem", afirmou o petista.Leia mais no site do Estado

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.