Duque diz que lançará livro com seus despachos

Presidente do Conselho disse que quer deixar registrado para historiadores seu trabalho de alto nível

Carol Pires, AE

12 de agosto de 2009 | 17h57

O presidente do Conselho de Ética do Senado, Paulo Duque (PMDB-RJ), disse à Agência Estado que pretende deixar registrado "para os políticos e historiadores" o "alto nível" do seu trabalho de avaliação das representações e denúncias apresentadas contra o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), e dos recursos contrários ao arquivamento dessas ações. O registro, segundo Duque, será feito em um livro que ele deverá publicar pela Gráfico do Senado.

"Vou mandar publicar um livro com todos os meus despachos, para que políticos e historiadores possam, no futuro, ver como fiz um trabalho sério e de alto nível", disse Duque. O diálogo dele com a reportagem foi o seguinte:

- Pergunta: Isso é sério, senador?

- Resposta: Sim, é sério. O livro vai ficar exposto, igual a esses aí - respondeu, apontando para estantes onde estão expostas obras impressas pela gráfica do Senado.

Então, o trabalho do senhor foi cuidadoso?

Sim. Não foi nada feito por cima das pernas.

Tudo o que sabemos sobre:
SenadoSarneyPaulo Duque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.