Nilton Fukuda/AE - 26.11.2010
Nilton Fukuda/AE - 26.11.2010

Drauzio Varella diz que indicação para Saúde é especulação

'A não ser que eu esteja como marido traído, que é sempre o último a saber', disse o médico ao brincar com a situação

Francisco Carlos de Assis e Gustavo Uribe, da Agência Estado

26 de novembro de 2010 | 18h30

SÃO PAULO - Um dos nomes cotados para o Ministério da Saúde, o médico cancerologista Drauzio Varella negou que tenha uma conversa agendada para esta sexta-feira, 26, com a presidente eleita Dilma Rousseff e chamou de "mera especulação" a sua indicação para o cargo. O médico esteve na tarde desta sexta no Hospital Sírio Libanês. Diante da insistência do repórter, Drauzio Varella brincou:"a não ser que eu esteja como marido traído, que é sempre o último a saber." Varella ficou apenas 10 minutos no local e deixou a unidade médica em passos largos, pegando um táxi às pressas.

 

A presidente eleita desembarcou pela manhã no aeroporto de Congonhas, na capital paulista, para compromisso particular. Uma fonte com trânsito no Palácio do Planalto informou que a petista veio a São Paulo para tratar da pasta da Saúde. No último sábado, 20, Dilma alegou motivos particulares na sua visita à capital paulista. Naquele dia, ela foi submetida ao primeiro check-up desde que foi eleita presidente, no Hospital Sírio-Libanês, e se reuniu no início da tarde com vinte seis médicos e especialistas na área da saúde, em um almoço promovido pelo cardiologista Roberto Kalil Filho. Ele foi o coordenador da equipe que tratou a presidente eleita de um câncer linfático, no ano passado.

 

No encontro do último sábado, Dilma disse que não vai abrir mão de um nome com perfil técnico para o Ministério da Saúde. A petista destacou que credenciais políticas não são suficientes para qualificar alguém para o posto, que, segundo ela, demanda também experiência na área.

 

Drauzio Varella participou da reunião. Na saída, o médico preferiu não se alongar sobre os temas tratados no encontro. Um petista ligado ao governo de transição confidenciou aos jornalistas que a presidente eleita procura um ministro que tenha perfil semelhante ao de Adib Jatene, ex-ministro da Saúde na gestão de Fernando Henrique Cardoso. Como Varella, Jatene é um médico com bom trânsito na área da saúde e com fama internacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.