D.O.U. publica exoneração ?a pedido? de Waldomiro Diniz

Uma edição extra do Diário Oficial da União, publicada neste sábado, traz a "exoneração a pedido" do subchefe de Assuntos Parlamentares, Waldomiro Diniz, demitido na quinta-feira à noite após veiculação da revista Época com reprodução de vídeo em que ele pede a bicheiro carioca propina e contribuição para campanhas eleitorais. Diniz, homem de confiança e amigo do ministro da Casa Civil, José Dirceu, negociou a propina e a doação com o bicheiro Carlinhos Cachoeira quando ainda dirigia a Loterj, antes de assumir cargo no Planalto. Por este motivo, o inquérito para investigar a denúncia será aberto na Superintendência Regional de Polícia Federal no Rio de Janeiro. Segundo nota oficial da PF, quem presidirá o inquérito será o delegado Antônio César Fernandes Nunes, que já chefiou a Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) e foi adido policial na Colômbia, por dois anos e meio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.