Doria usa críticas de Matarazzo a Marta no rádio

Começou a temporada de ataques pessoais entre os candidatos à Prefeitura de São Paulo. Em busca de uma vaga no segundo turno, João Doria (PSDB) usou seu horário no rádio de terça-feira, 20, para atacar o ex-tucano Andrea Matarazzo (PSD), derrotado por ele nas prévias do partido em março e atual candidato a vice na chapa de Marta Suplicy (PMDB). A propaganda resgata críticas feitas a Marta por Matarazzo quando José Serra (PSDB) assumiu a cidade, em janeiro de 2005.

Adriana Ferraz e Pedro Venceslau, Estadão Conteúdo

21 de setembro de 2016 | 07h10

"Lembro bem como encontramos a Prefeitura, tinha fila de fornecedores na boca do caixa. Foi nefasta", diz Matarazzo, em um delas. Em outra, ele afirma que "Marta deixou a cidade abandonada, esburacada e falida". As frases foram tiradas de declarações dadas a jornais pelo hoje vereador. Em seguida, a equipe de Doria pergunta: "Em qual Andrea Matarazzo a gente deve acreditar? Naquele que diz que a gestão de Marta foi nefasta ou no que agora está com Marta?".

Após ouvir a propaganda, Matarazzo disse não se arrepender das frases. "Era outro momento político, isso não tem nada a ver agora. Estávamos em polos diferentes. Isso já foi falado. Lembrar disso na propaganda agora é olhar para o passado."

Já na TV, a campanha de Doria ironizou o adversário Celso Russomanno (PRB). Na cena aparece um homem vestido como soldado russo e o jingle diz que "até o russo balançou" - indireta à queda do deputado na última pesquisa Datafolha, de 31% para 26%. No mesmo período, Doria foi de 5% para 16%. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.