Gabriela Biló|Estadão
Gabriela Biló|Estadão

Doria projeta arrecadar R$ 7 bi com venda de Interlagos e Anhembi

Em entrevista exclusiva ao 'Estado', prefeito eleito disse que ainda não tem valor previsto para concessão do Pacaembu

Adriana Ferraz e Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

04 de outubro de 2016 | 15h32

O prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), disse em entrevista exclusiva ao Estado nesta terça-feira, 4,  que a venda do complexo de  Interlagos e do Anhembi devem render R$ 7 bilhões aos cofres da cidade.

"Estima-se que o Parque Anhembi e o Parque Interlagos possam render cerca de R$ 7 bilhões. Esse valor pode ser maior ou menor dependendo das circunstâncias. É  um valor substantivo, cujo os recursos  serão prioritariamente investidos em saúde e educação.", disse Doria

Já a concessão do Estádio do Pacaembu ainda não tem um valor projetado. 

Doria promete tirar esse esses projetos do papel  logo no primeiro ano de mandato por meio de um licitação aberta a investidores nacionais e internacionais. 

Segundo o prefeito eleito, o vencedor da licitação do Anhembi  será obrigado a ceder o sambódromo à Prefeitura gratuitamente para realização dos desfiles do carnaval. Quem comprar o complexo de Interlagos deverá manter o parque aberto à população. 

Doria afirmou que empresas filiadas ao Lide (Grupo de Líderes Empresariais), entidade criada por ele, poderão participar das licitações, e negou que haja conflito de interesses. 

"Não é o Lide que poderá participar, mas as empresas filiadas, que representam 52% do PIB".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.