Rovena Rosa/Agencia Brasil
Rovena Rosa/Agencia Brasil

Doria faz boletim de ocorrência após receber ameaça de morte

Segurança do governador de São Paulo foi reforçada e a Polícia Civil apura a origem da ameaça

Bruno Ribeiro, O Estado de S.Paulo

27 de março de 2020 | 08h14

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), registrou um boletim de ocorrência na madrugada desta sexta-feira, 27, após receber telefonema com ameaças de morte, segundo informa o Palácio dos Bandeirantes. A segurança do governador foi reforçada e a Polícia Civil apura a origem da ameaça.

“As ameaças foram dirigidas ao telefone celular do governador e davam conta, em tom ameaçador, de que atos seriam realizados em frente à sua residência pessoal, sendo que em tais mensagens era indicado o local da mesma (a casa de Doria, nos Jardins, zona sul da capital)”, diz trecho do boletim, registrado pela Delegacia de Operações Policiais Estratégicas (Dope). Em nota, o Palácio dos Bandeirantes informou que “a Polícia Civil investiga o caso e o governador colabora com a investigação”.

"É lamentável que alguns poucos radicais usem a ameaça como instrumento político, como têm feito grupos organizados contra o governador João Doria. No momento em que enfrentamos a maior emergência de saúde da história, a prioridade do PSDB de São Paulo e do governador João Doria continuará sendo salvar vidas e resguardar condições de sobrevivência aqueles mais vulneráveis", disse o presidente do Diretório Estadual do PSDB-SP. "Não nos dobraremos a grupos radicais, aliados a qualquer espectro político, que fazem da violência arma de uma guerra pessoal e eleitoral. A eles, a resposta será a força da Justiça e do crivo popular." 

 

Tudo o que sabemos sobre:
João DoriaPolícia Civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.