Carla Bridi/Estadão
Carla Bridi/Estadão

Doria anuncia três novos integrantes do governo de São Paulo

Lia Porto assumirá a Procuradoria-Geral do Estado; primeira-dama Bia Doria e Filipe Sabará trabalharão no Fundo Social de Solidariedade do Estado

Carla Bridi, O Estado de S.Paulo

27 Novembro 2018 | 14h13

O governador eleito por São Paulo, João Doria (PSDB) anunciou nesta terça-feira, 27, durante coletiva de imprensa, três novos nomes que farão parte da gestão estadual a partir de 2019. 

A advogada Lia Porto será a nova Procuradora Geral do Estado, enquanto o economista Filipe Sabará assumirá o cargo de presidente executivo do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo. Já a primeira-dama Bia Doria será a nova presidente do conselho do Fundo Social. Também esteve presente na coletiva o futuro vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia.

A novidade do anúncio é a abertura, pela primeira vez, do cargo de presidente executivo no Fundo Social. Doria entregou a “responsabilidade gerencial e executiva” a um especialista com a intenção de otimizar a distribuição de recursos para ações sociais no Estado. Desde a criação do fundo, em 1967, quem sempre assumiu a cadeira da Presidência foram as primeiras-damas. 

“Não estabelece nenhuma crítica ao passado e nem a ninguém, se estabelece dentro de uma visão moderna de gestão. Vamos fazer diferente e melhor”, afirmou o futuro governador. O novo cargo também foi motivo de comemoração de Bia Doria. “Todos os trabalhos com moradores de rua, pediam às primeiras damas. Fiquei muito feliz quando pedi a ajuda de algum profissional para melhorar isso e o João aceitou. Vocês verão as melhoras”, declarou. 

Nesta terça-feira, o governador eleito recebeu também a lista tríplice de delegados escolhidos em eleição interna da classe – promovida pelas duas principais entidades dos delegados da Polícia Civil -, que elegeu a lista tríplice para o cargo de delegado-geral

Filipe Sabará, 35 anos, foi Secretário Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social na gestão de Doria e do atual prefeito da capital, Bruno Covas. É idealizador do projeto Horta Social Urbana, de produção de alimentos orgânicos na capital empregando moradores de rua, e conselheiro da UNCTAD, braço da Organização das Nações Unidas para Comércio, Investimento e Desenvolvimento de Nações em Desenvolvimento. 

Bia Doria, nascida em Santa Catarina, coordenou campanhas de agasalho em conjunto com a ex-primeira dama do Estado, Lila Covas, e passou uma temporada em Salt Lake City, nos Estados Unidos, junto com João Doria, no maior centro mundial de ajuda humanitária coordenado pela igreja Mormon. 

Lia Porto, 51 anos, é advogada com especialização em direito tributário. Atua desde 1993 na área tributária do Estado e foi subprocuradora geral da área tributária do Estado durante o governo de Geraldo Alckmin. “Doutora Lia foi responsável pela redução significativa da litigiosidade dos processos do Estado. É uma conquista São Paulo ter alguém com essa qualificação”, afirmou Doria durante o anúncio. 

O futuro governador novamente não especificou quantas secretarias o Estado de São Paulo terá em sua gestão, que atualmente conta com 25 pastas. Demais cargos serão anunciados na próxima segunda-feira, 3.

Rodrigo Garcia mencionou após a coletiva de imprensa o andamento da transição do governo, iniciada oficialmente na semana passada. “Todos os secretários já indicados estão com suas equipes fazendo levantamento de informações e dados do atual governo, e estamos preparando um plano dos principais temas que daremos atenção. A princípio, temos uma prioridade clara nas áreas da saúde, segurança e educação. Devemos nas próximas semanas listar quais serão as primeiras medidas”, afirmou. 

Questionado sobre a aprovação do orçamento na Assembleia Legislativa, Garcia relatou que ainda não avaliou “eventuais correções” para 2019. “Como a Assembleia sempre dá a liberdade de remanejamento, em regra isso será suficiente para que a gente adapte o orçamento às ações do novo governador”. A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) está em andamento na Casa.

Dez nomes já foram anunciados para compor a equipe de Doria. Confira a lista abaixo: 

Secretaria da Casa Civil - Gilberto Kassab

Secretaria da Educação – Rossieli Soares

Secretaria da Cultura – Sergio Sá Leitão

Secretária da Saúde – José Henrique Guermann

Secretaria da Agricultura – Gustavo Diniz Junqueira 

Secretaria de Justiça – Paulo Dimas Mascaretti

Secretaria da Pessoa com Deficiência – Celia Leão 

Secretaria de Segurança Pública – General João Camilo Pires de Campos

Secretaria de Energia, Saneamento, Recursos Hídricos e Meio Ambiente – Marcos Penido

Secretaria de Governo – Vice Governador Rodrigo Garcia

Procuradoria Geral do Estado – Lia Porto

Secretarias especiais: 

Secretaria de Comunicação – Cléber Mata

Secretaria de Defesa Civil – Coronel Walter Nyakas Júnior

Secretaria de Relações Internacionais – Julio Serson

Chefe de Gabinete: Wilson Pedroso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.