Donos de bingos em MG dizem que vão demitir funcionários

O Sindicato das Empresas Administradoras de Bingo do Estado de Minas Gerais (Sindibingo-MG) divulgou na tarde de hoje um comunicado informando que os donos das casas de jogos se reuniram na sede da entidade e decidiram, por unanimidade, ?pela demissão de todos os empregados? dos estabelecimentos localizados no Estado. Na nota, assinada pelo presidente do Sindibingo, Jorge Carlos Mioto, o sindicato afirma que a decisão foi tomada em ?face ao fechamento dos bingos?, conforme determina a medida provisória (MP)168. De acordo com o comunicado, a decisão implicará na demissão de aproximadamente 7,5 mil pessoas que trabalham de forma direta ou indireta para os bingos instalados em Minas. ?Como conseqüência, haverá a suspensão imediata do repasse de recursos do fomento ao desporto amador que atendia cerca 30 entidades (clubes e federações esportivas do Estado de Minas Gerais)?, conclui a nota. Mioto havia anunciado que até o final desta semana, os donos de bingos mineiros iriam entrar com pedidos de liminares na Justiça Federal solicitando a reabertura das casas. Ontem, ele não foi localizado para falar sobre o assunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.