Dono de hotel é preso por agenciar escravos no Pará

Agentes da Polícia Federal prenderam nesta quarta-feira em flagrante o empresário Milton Maciel da Costa, proprietário de um hotel em Paragominas, no leste do Pará, acusado de aliciar trabalhadores rurais para fazendeiros da região. Costa garantia alimentação e hospedagem de trabalhadores em seu hotel em troca da promessa de conseguir emprego para eles em fazendas. Na hora da prisão, dez trabalhadores estavam no hotel. Eles prestaram declarações e foram liberados. Cadernos com nomes de outras vítimas foram apreendidos pelos policiais. O acusado foi levado para a sede da PF em Belém, onde prestou depoimento, mas vai continuar preso até decisão da Justiça Federal. De acordo com o delegado Gustavo Siminelli, da PF, os trabalhadores eram tratados como mercadoria. Se o fazendeiro a quem o trabalhador era entregue não gostasse de seu desempenho, ele era devolvido a Costa, que o negociava para outro cliente.

Agencia Estado,

14 Dezembro 2006 | 19h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.