Dono da Gol agride fotógrafo antes de prestar depoimento

Nenê Constantino é acusado em fraudes no BRB e depôs no mesmo dia que o ex-senador Joaquim Roriz

26 Outubro 2007 | 20h09

Wilson Dias/ABR   O dono da companhia aérea Gol,  Nenê Constantino, dá uma tapa na câmera do fotógrafo Alan Marques, do jornal Folha de S.Paulo. Constantino ameaçou jogar uma pedra no fotógrafo e empurrou jornalistas ao chegar a delegacia para depor em inquérito sobre fraudes no Banco de Brasília (BRB), no qual também são investigados o ex-senador Joaquim Roriz (PMDB) e o ex-presidente do BRB Tarcísio Franklin de Moura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.