Domingo tem horário de verão

O horário de verão começa no próximo domingo, dia 3 denovembro, quando os relógios deverão ser adiantados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e nos Estados da Bahia e de Tocantins. Nos demais Estados do Nordeste e do Norte, os relógios não serão alterados. Neste ano, o horário de verão será menor, terá 105 dias, porque seu início foi postergado em função do segundo turno das eleições. Os relógios voltarão ao horário normal no dia 16 de fevereiro do próximo ano.O horário de verão deverá resultar em uma redução de 4% no consumo de energia apenas no horário de pico, que vai das 18h às 22hs e concentra o maior gasto. No cômputo geral, a estimativa do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), segundo nota divulgada ontem pelo ministério de Minas e Energia, é de que a economia seja em torno de 0,6% no fornecimento diário, em todo o período em que os relógios permanecerão alterados.A economia total de energia, durante o horário de verão, será de 0,6% nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, o que representa 210 MW, suficientes para atender o consumo da cidade de Vitória, no Espírito Santo. A economia esperada na Bahia é de 0,7% e em Tocantins de 0,3%. Durante os 126 dias do horário de verão passado foi obtida uma economia de energia de 0,7%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.