Dom Odilo Scherer é eleito secretário-geral da CNBB

O bispo auxiliar de São Paulo, Odilo Pedro Scherer, foi eleito secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), durante a assembléia geral da entidade que se realiza em Itaici, município de Indaiatuba.Gaúcho de Cerro Largo, Dom Odilo tem 53 anos e foi ordenado bispo em fevereiro do ano passado, portanto há apenas um ano e três meses. No entanto, o presidente da CNB, dom Geraldo Majella Agnelo, disse que a escolha do religioso se deve à grande experiência que ele tem em Roma, onde durante oito anos trabalhou na congregação para osbispos. Segundo dom Geraldo, o novo secretário-geral se comunica bem e promete muito.Ele foi eleito no terceiro escrutínio, em escolha que surpreendeu pois até ontem seu nome não constava das listas de pretendentes. Os candidatos das chapas apresentadas eram d. Pedro Luiz Stringhini, também bispo auxiliar de São Paulo, e d. Walmor Oliveira de Azevedo, auxiliar de Salvador, ambos de 49 anos. Alegava-se que eram muito jovens e sem experiência para o cargo. Surgiu então o nome de d. Luiz Demétrio Valentini, 63anos, bispo de Jales, que trabalhou durante oito anos no setor social da CNBB. Ele ficou em segundo lugar na votação de hoje e é candidato ao mesmo setor social (Justiça e Paz) para os próximos quatro anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.