Dom Jayme Chemello estranha críticas de FHC

O presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Jayme Chemello, disse, em entrevista coletiva, estranhar as críticas feitas pelo presidente Fernando Henrique Cardoso às oposições. "Não sei se o caminho é falar mal de todo mundo", disse Dom Jayme, em entrevista coletiva ao término da 47ª Reunião Ordinária do Conselho Permanente da CNBB, argumentando que "a corrupção solta paralisa mais do que a CPI". Ele destacou, também, que não é apenas a oposição, em sentido estrito, que está pressionando pela abertura da CPI, citando a si próprio, que não se considera da oposição, como também sendo favorável à investigação. E a CNBB, num documento endereçado aos participantes da Vigília Cívica Contra a Corrupção, desencadeada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), manifesta apoio à constituição de uma comissão popular de inquérito da sociedade civil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.