Dom Décio morre aos 62 anos de ataque cardíaco

O bispo da Diocese de Santo André, Dom Décio Pereira, 62 anos, morreu esta manhã de ataque fulminante do coração, em Santo André. Natural de São Paulo, onde nasceu em 15 de abril de 1940, ele assumiu a diocese em maio de 1997, sucedendo a Dom Cláudio Hummes, atualmente cardeal-arcebispo de São Paulo. O bispo tinha problemas cardíacos e chegou a se licenciar, recentemente, do governo da diocese para tratamento. O corpo de Dom Décio será velado na catedral de Santo André, no centro da cidade. Será sepultado na própria catedral, às 10h de amanhã, após celebração de missa às 8h. Dom Décio fez o seminário menor (curso médio) na capital e em São Roque (SP), curso de Filosofia no Seminário Maior de Aparecida (SP) e Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma. Ordenado sacerdote em 1967 e bispo em 1979, trabalhou como vigário na Paróquia Nossa Senhora da Penha e como pároco na Igreja do Imaculado Coração de Maria, em Perdizes. Foi também responsável pela Paróquia Universitária da Arquidiocese de São Paulo, na PUC, chanceler do arcebispo e diretor arquidiocesano do Ensino Religioso. Como auxiliar do cardeal dom Paulo Evaristo Arns, foi bispo da Região Sé e da Região Belém, na capital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.