Dois mortos em fazenda invadida no Pará

Um conflito entre invasores de terra no município de Tailândia, sudeste do Pará, resultou na morte de dois homens e ferimento à bala em um terceiro. A polícia abriu inquérito para apurar o caso e está à procura de Sebastião Pereira Costa, conhecido como Bastos. Ele é acusado do assassinato do trabalhador rural Raimundo Nonato Silva, o Sinato, ocorrido numa tentativa de invasão na fazenda Engenorte. O outro trabalhador morto foi Otávio Antônio Silva Pinto. Ele fazia parte do grupo de Bastos, que já vivia na área.O agricultor Raimundo Pereira de Araújo, que saiu baleado nas costas durante o conflito, contou que Bastos chegou na fazenda por volta das 16 horas de terça-feira em caminhão com cerca de 30 trabalhadores rurais. Ele queria expulsar os trabalhadores rurais, que vivem na área há mais de 3 meses, e tomar conta do local, rico em madeira. Houve discussão com Sinato, que é líder dos trabalhadores rurais que vivem no local.Araújo disse que, de cima do caminhão, Bastos alvejou Sinato, que reagiu e atingiu um dos comparsas do atirador, matando-o. O próprio Sinato morreria instantes depois.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.