Dois deputados anunciam que vão deixar o Conselho de Ética

O deputado Colbert Martins (PPS-BA) anunciou, nesta quinta-feira, que vai renunciar a sua vaga de suplente no Conselho de Ética da Câmara. "O conselho tem uma linha de investigação que o plenário tem ignorado. Ele deixou de ser um órgão útil na investigação. O conselho, desautorizado seguidas vezes pelo plenário, deixou de ter função", afirmou Colbert Martins.O deputado é o segundo integrante do conselho a anunciar sua saída do colegiado, depois de o plenário da Casa ter absolvido os deputados Roberto Brant (PFL-MG) e Professor Luizinho (PT-SP). Nesta quinta-feira, o deputado Edmar Moreira (PFL-MG) disse, na reunião do conselho, que deixará o colegiado depois de concluir o processo do deputado José Mentor (PT-SP), do qual é relator. Por três vezes seguidas, o plenário não seguiu a recomendação do órgão técnico e absolveu deputados acusados de uso de caixa 2 e envolvimento no esquema de mensalão.

Agencia Estado,

09 de março de 2006 | 17h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.